Compreenda o Envelhecimento dos Cachorros

” Para o meu dono tenho 8 anos, para os meus amigos tenho 64.”

Campanha Senior Plus

O objectivo desta campanha é ajudar os donos a compreender melhor alguns aspectos chave relacionados com o envelhecimento do seu cachorro:

Apesar das alterações fisiológicas associadas ao envelhecimento serem inevitáveis, é possível manter o nosso animal saudável e com uma boa qualidade de vida, despistando e prevenindo as doenças relacionadas com a idade e compensando as alterações com uma dieta apropriada e suplementos nutricionais.

1 – Em que Idade é que um Cão é Sénior ?

Os cães entram na sua fase sénior durante o ultimo terço da sua esperança média de vida, o que varia com a raça e o peso corporal.

Considera-se de um modo geral :

Raças Sénior

Pequenas < 10 Kg- > 8 anos

Médias 11 – 25 Kg – > 7 anos

Grandes > 25 Kg- > 6 anos

Comparando de um modo simplificado com a idade no ser humano:

2 – Processo Natural de Envelhecimento.

Tal como nas pessoas há alterações inevitáveis que ocorrem durante o processo de envelhecimento:

Declínio Hepato-biliar – Diminuição da capacidade do funcionamento do fígado e maior dificuldade na digestão.

Alterações Renais – Atrofia e declínio da função renal predispondo a insuficiência renal e eventualmente falência renal.

Alterações Cardiovasculares – redução da capacidade de débito cardíaco, diminuindo a tolerância ao exercício e aparecimento por vezes de patologias cardíacas que implicam medicação.

Diminuição do Metabolismo – a massa muscular diminui e a gordura corporal aumenta, as necessidades calóricas também diminuem.

Um animal sénior se comer o mesmo que quando era jovem, inevitavelmente engorda, podendo acabar por ficar obeso.

Declínio do Estado da Pele e do pêlo – um cachorro mais velho tem menor capacidade de produzir ácidos gordos essenciais que são fundamentais para manutenção do pelo em bom estado e controlar a reacção inflamatória (também por isso animais com alergias de pele tendem a piorar com a idade).

3 – Doenças Relacionadas com a Idade:

Os problemas articulares, o Cancro, a Insuficiência renal, as Doenças cardiovasculares, os problemas de peso e a Diabetes constituem algumas das perturbações mais frequentes que os cães mais velhos enfrentam.

Algumas destas situações são muito graves e debilitantes, mas quase todas oferecem melhores hipóteses se forem diagnosticadas precocemente e tratadas de imediato.

4 – Diagnóstico Precoce e Prevenção

Muitas doenças graves não são evidentes na sua fase inicial, é importante que um animal mais velho seja visto regularmente pelo veterinário e faça regularmente os exames de rotina aconselhados.

É importante não esquecer que a alimentação tem um papel muito importante na prevenção e controlo das Doenças articulares, cardiovasculares e renais, na diabetes, assim como no controlo do peso e na manutenção de um sistema imunitário eficaz.

5 – Como posso Melhorar a Qualidade de Vida do meu Cachorro?

• Mantendo um peso saudável.

• Fazendo exercício regular.

• Fazendo uma alimentação específica para a sua idade e suplementos alimentares quando necessário.

• Consultando o veterinário regularmente (2 vezes por ano).

• Fazendo exames periódicos (check-up).

• Cumprindo escrupulosamente as medicações prescritas.

1 comentário a "Compreenda o Envelhecimento dos Cachorros"

  1. quezia | às | Responder

    adorei as dicas

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*


 

Compreenda o Envelhecimento dos Cachorros - TutorZone