O que é, Amigdalites, Bronquiolite e Pneumonia

Entenda Tudo Sobre Amigdalites, Bronquiolite e Pneumonia

 

SISTEMA RESPIRATÓRIO E DOENÇAS

As crianças desenvolvem boa parte de sua imunidade a partir de episódios repetidos de infecções que constituem a causa mais comum de distúrbios do sistema respiratório nessa fase da vida.

É natural que infecções do nariz e garganta se disseminem e infectem rapidamente outras partes do trato respiratório, até que a imunidade esteja plenamente desenvolvida.

Antes da popularização do uso de antibióticos, muitas infecções do trato respiratório que hoje em dia não são consideradas graves, como a amigdalite, provocavam, com freqüência, complicações com risco de vida.

Atualmente, mesmo a pneumonia, que no passado era quase sempre fatal em crianças, pode ser tratada em casa, na maioria das vezes.

O principal risco das infecções respiratórias é a dificuldade para respirar. Quando uma criança tem falta de ar e seus lábios começam a ficar azulados, deve ser levada imediatamente para um pronto-socorro hospitalar.

AMIGDALITES E FARINGITES

As duas amígdalas, situadas na parte posterior da garganta, são bem pequenas ao nascimento. Elas aumentam gradualmente e atingem seu tamanho máximo aos 6 ou 7 anos de idade. A partir daí, elas encolhem, mas não desaparecem, como ocorre com as Adenóides.

O trato respiratório é exposto a uma variedade de agentes infecciosos (microrganismos). As amígdalas ajudam a controlar as infecções do nariz e da garganta.

Tanto a amigdalite (inflamação das amígdalas) como a faringite (inflamação da faringe, ou garganta) são infecções causadas por bactérias ou vírus da região posterior da garganta que provocam dor.

As dores de garganta também podem estar associadas a uma infecção respiratória, como bronquite ou pneumonia (veja Pneumonia em crianças). As amígdalas de uma criança aumentam de tamanho e ficam inflamadas quando ela contrai amigdalite e faringite.

Quais são os Sintomas ?

A amigdalite e a faringite começam subitamente com uma dor de garganta e dificuldade em engolir. Após algumas horas, a criança se torna febril e pode se sentir muito doente. Eventualmente, a dor na garganta provoca vômitos ou tosses.

Em casos raros, a criança pode apresentar uma convulsão febril. Freqüentemente, crianças com amigdalite têm dor de estômago e os gânglios nos dois lados do pescoço incham e ficam sensíveis ao toque.

Os gânglios também podem ser sentidos como pequenos caroços protuberantes. Às vezes, o inchaço persiste durante semanas após o desaparecimento dos sintomas.

Quais são os Riscos ?

Quase toda criança tem um ou mais episódios de amigdalite, que é contagiosa e geralmente está associada a infecções das Adenóides. As crianças com amigdalites freqüentes usualmente apresentam um número cada vez menor de episódios após os 7 anos de idade, à medida que desenvolvem uma maior resistência aos microrganismos.

Hoje, essa condição não é perigosa. No entanto, antes do aparecimento e uso de antibióticos, a amigdalite podia facilmente levar à Febre reumática ou Glomerulonefrite em crianças.

O que Deve ser Feito?

Os pais devem examinar a boca da criança com uma lanterna. Em cada lado da garganta, poderão ser vistas as amígdalas protuberantes. Se houver manchas brancas nas amígdalas, ou se elas estiverem inchadas e avançando sobre a abertura da garganta, deve-se chamar o médico.

Se as amígdalas estiverem apenas vermelhas, os pais poderão usar as medidas de auto-ajuda recomendadas abaixo. Se a criança não quiser comer e tiver febre durante mais de 24 horas, será necessário consultar o médico, que examinará as amígdalas da criança e recomendará um tratamento.

Qual é o Tratamento ?

Auto-ajuda: deve-se manter a criança dentro de casa, não necessariamente na cama, em um ambiente quente, mas não excessivamente. Os sintomas geralmente podem ser aliviados com medicações recomendadas pelo médico, como o analgésico acetaminofeno, bem como uma grande quantidade de líquidos.

Crianças mais velhas podem receber ao menos meio litro a mais de líquidos por dia. Não se deve forçar a criança a comer ou a beber. Deve-se oferecer sobremesas frias, como sorvete ou iogurte gelado, para resfriar a garganta.

Um ventilador ou uma esponja mergulhada em água morna passada no rosto da criança podem ajudar a reduzir a febre. Na maioria dos casos, as crianças com amigdalite respondem rapidamente a esse tratamento.

Não se deve dar aspirina a crianças nem a adolescentes que estejam doentes e com febre, pois a aspirina foi vinculada à Síndrome de Reye, um quadro potencialmente fatal. Nunca administre um enema de água fria para aliviar a febre de uma criança.

Ajuda Profissional: se a inflamação for causada por uma infecção bacteriana, o médico poderá prescrever um antibiótico por dez dias, depois de fazer uma cultura da garganta com resultado positivo para o tipo de estreptococos que causa a amigdalite e a faringite.

Se a cultura da garganta for negativa, a infecção provavelmente foi causada por um vírus e só exigirá tratamento para aliviar os sintomas (acetaminofeno e repouso).

O médico poderá utilizar um kit especial em seu consultório para verificar se o estreptococo está ou não presente. Os resultados estarão disponíveis após cerca de 30 minutos.

Os sintomas da amigdalite geralmente cedem em poucos dias. Contudo, mesmo que a criança pareça estar totalmente recuperada, não se deve deixar de administrar toda a medicação de acordo com as instruções.

Se os episódios de amigdalite forem tão graves e freqüentes a ponto de afetar a saúde geral da criança, a audição ou a respiração, ou se os episódios interferirem na freqüência escolar, o médico poderá recomendar a remoção cirúrgica das amígdalas (veja o ícone Medicamentos e tratamentos).

A maioria dos médicos acredita que a amigdalectomia deve ser realizada apenas quando todos os outros métodos de tratamento falharam.

A maioria das amigdalectomias é realizada em ambulatórios hospitalares; a criança permanece no hospital durante apenas algumas horas. O médico poderá decidir não realizar a amigdalectomia se a criança tiver uma infecção ativa das amígdalas ou se existir um histórico de problemas de sangramento na família.

ADENÓIDES

As adenóides estão localizadas na parte posterior da cavidade nasal, acima das amígdalas. Elas auxiliam as defesas do organismo contra as infecções do trato respiratório e exigem tratamento somente quando crescem demais.

Em geral, começam a se desenvolver por volta dos 3 anos de idade, provavelmente para fornecer uma proteção adicional quando a criança está particularmente suscetível a infecções. Aos 5 anos, aproximadamente, as adenóides iniciam um processo contrário, de encolhimento, até desaparecerem na puberdade.

Em alguns casos, porém, elas crescem e bloqueiam as vias aéreas do nariz até a garganta, e a abertura das trompas de Eustáquio, do ouvido médio até o nariz. Se ocorrer um desses bloqueios ou ambos, poderão surgir vários problemas.

Quais são os Sintomas?

Se a via aérea do nariz fica bloqueada, a criança respira principalmente pela boca, ronca e pode falar com uma voz fanhosa. O fluxo de secreções na região posterior do nariz é bloqueado e as adenóides são infectadas.

As secreções infectadas escorrem pelo nariz durante o dia; mas, quando a criança se deita, passam a escorrer para a garganta, provocando uma tosse irritante. Se a infecção não for curada, ela poderá se disseminar até o ouvido médio.

Quais são os Riscos?

Quando infecções não tratadas são seguidas por Infecção crônica do ouvido médio, pode ocorrer um certo grau de perda auditiva.

Qual é o Tratamento?

Se uma criança está constantemente com o nariz entupido, tem tosse irritante à noite ou sente dores de ouvido, o médico costuma examinar suas adenóides.

As infecções podem ser tratadas com antibióticos. A remoção cirúrgica das adenóides (adenoidectomia) nem sempre é necessária, pois elas encolherão por si sós quando a criança chegar à adolescência.

Se dores de ouvido freqüentes interferirem no desempenho escolar ou persistirem depois do tratamento com antibióticos, o médico pode recomendar a adenoidectomia.

No entanto, quando as adenóides estão infeccionadas ou há histórico de problemas de sangramento na família, esse procedimento normalmente é evitado.

6 comentários a "O que é, Amigdalites, Bronquiolite e Pneumonia"

  1. Catiasilas | às | Responder

    o assunto de pneumonia e broncopneumonia me ajudou muito, meu filho de um ano esta com a bronco, esta se tratando com antibiotico, mesmo assim a febre persiste a 3 dias, estava temerosa achando necessário hospitalizar-lo, vou aguardar o período de sete dias. Para mim, a informação do site me ajudou muito. Obrigada a todos que contribuem para nosso esclarecimento.
    Catia Rodrigues-BA.

  2. Najara | às | Responder

    Vocês estão de parabéns, esse site me ajudou muito.
    Já estava de cabelo em pé, por que a médica disse que o meu filho de 1 ano está com amigdalite ,porém não me explicou nada.Só disse que a febre não passar em 3 dias com a Amoxilina era pra eu voltar.
    Confesso que ainda estou preocupada por que hoje faz 3 dias que está tomando antibiotico e a febre não passou.
    Além disso meu filho é bebê chiador e sempre tem crise de bronquiolite.
    Quando tinha 6 meses de vida foi internado com Broncopneumonia
    Obrigada pelas orientações.

  3. vivian leão | às | Responder

    gostei muito do site, fácil entendimento para coisas complicadas… parabéns !

  4. Eliseu | às | Responder

    Com certeza vcs estao de parabens,neste momento a minha filha sofre com as adenoides valeu.

  5. laisa dos santos oliveira santana | às | Responder

    ola gostaria de entender : minha finha tem 5 meses e qd tinha 3 meses ela teve bronqueolite nada muito grave tomou antibiotico e melhorou, mas o medico q passo ela no posto disse e da bronqueolite ela desenvolvel uma alergia q nao podera comer salgadinho, chocolate, danoninho, td q for de cor vermelha ,salgadinho e etc ate completar 2 anos p saber se o organismo dela vai combater a isso gostaria de saber se a bronqueolite causa isso mesmo e se existe algum exame q se faz pra saber se ela tem mesmo essa alergia?
    ela de vez em quando fica c peito chiando e nariz entupido e saindo catarro do nariz !!

  6. Inteligente a tua maneira de ver é nítido espro que leia postagens que redigi em meu website

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*