O que é Autismo, Sintomas e Tratamentos

O que é autismo, quais os sintomas, os riscos, o que deve ser feito, quais os tratamentos, como evitar, quais as perspectivas a longo prazo....

AUTISMO

No autismo há uma incapacidade inata — ou a perda da capacidade nos primeiros 30 meses de vida — para desenvolver relacionamentos humanos normais com qualquer pessoa, inclusive com os pais. Em muitos de seus sintomas, o autismo é semelhante à Esquizofrenia em adultos.

Embora ainda se desconheça a causa da doença, existem algumas evidências de que seja biológica, pois às vezes é acompanhada de diversos distúrbios do sistema nervoso central.

Quais são os Sintomas ?

Os sintomas do autismo variam muito, embora sigam um padrão geral. O bebê autista tem dificuldades com a alimentação e o treinamento da toalete, e, com o passar do tempo, torna-se cada vez mais evidente que a criança vive num mundo só seu.

A fala, as expressões faciais e qualquer outra forma de comunicação estão ausentes ou não são inteligíveis. Em certos casos, algumas palavras são faladas, mas repetidas interminavelmente e sem nenhum motivo aparente.

Uma criança autista não faz distinção entre pessoas, outros seres vivos e objetos inanimados e trata a todos e a tudo da mesma maneira. Ela não consegue avaliar situações e, portanto, reage a elas de maneira inadequada.

Por exemplo, pode ficar violentamente agitada se os móveis da casa forem rearranjados ou se ela for levada a um novo ambiente, mesmo que amigável; mas consegue atravessar correndo uma rua de grande movimento sem demonstrar nenhum sinal de medo.

Por não se comunicar, a criança autista permanece isolada dos outros membros da família e se comporta de maneira imprevisível. Pode ser violenta num dado momento e, então, ficar inteiramente imóvel, em posições estranhas, durante várias horas.

Suas posturas e maneirismos fora do comum às vezes perturbam as pessoas ao seu redor. E, embora seja possível que tenha inteligência normal, ela pode parecer deficiente e, em alguns casos, surda.

Quais são os Riscos ?

O autismo ocorre mais freqüentemente em meninos. Sempre existe o risco de ferimentos se uma criança autista for deixada sem supervisão, pois ela é incapaz de reconhecer o perigo.

O que Deve ser Feito ?

Ao perceber que seu filho é gravemente retraído ou incomunicável — ou tornou-se assim repentinamente —, os pais devem levá-lo a um médico. Já que uma criança surda também pode não responder, o médico poderá realizar um teste de audição.

Se ele verificar que a audição é normal e suspeitar de autismo, os pais e a criança serão encaminhados a um psiquiatra infantil, que poderá confirmar o diagnóstico.

Qual é o Tratamento ?

Uma vez diagnosticado o autismo, os pais, o médico e todos os especialistas envolvidos podem se reunir para discutir as alternativas disponíveis para ajudar a criança. Em muitos casos, os pais não são capazes de cuidar de seu filho em casa.

Eles podem obter auxílio do psiquiatra e de outros especialistas envolvidos no tratamento da criança. Grupos de apoio para pais de crianças autistas podem ser úteis, e o médico pode recomendar um deles. A criança provavelmente também precisará freqüentar uma escola especial.

Quais são as Perspectivas a Longo Prazo ?

Algumas crianças autistas podem melhorar bastante, ao longo de vários anos, a ponto de se tornarem capazes de participar do mundo ao seu redor e de levar uma vida produtiva.

No entanto, a maioria não melhora e, com o passar dos anos, quase sempre precisa receber assistência em instituições especiais.


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>