Tutorial sobre como jogar poker de maneira profissional

O poker é disputado por milhões de pessoas no Brasil e a maioria delas jogam a modalidade de maneira recreativa, como uma opção de lazer e hobby com os amigos. No entanto, há uma pequena parcela desse todo que pratica profissionalmente e outro pedaço do bolo que quer chegar a esse nível mais alto.

Estima-se que apenas 5% das pessoas que jogam poker se enquadram na categoria profissional — ou seja, se dedicam de maneira integral ao jogo e buscam sucesso na modalidade como forma de sustento.

Ao contrário da maioria das profissões em que a pessoa consegue chegar a esse status através de algum certificado, no poker alcançar o nível profissional requer muito feeling para reconhecer quando é o momento certo de se dedicar integralmente ao jogo.

Estudo é a principal arma que você tem

O poker é um jogo de estudo. Quem o pratica visando o âmbito profissional precisa se dedicar à modalidade de maneira ferrenha, pois o lado teórico está se tornando cada vez mais profundo de estratégias.

André Akkari, um dos seis brasileiros que já conquistaram um título do World Series of Poker (WSOP), afirma que só através do estudo que um jogador pode chegar ao nível profissional: “Eu acredito muito na palavra ‘surto’. Machuque-se de tanto estudar. Ou estude mais do que qualquer pessoa pensou que você poderia estudar.”

Vencer um grande torneio não é garantia de profissionalização. Em 2018, o goiano Roberly Felício se tornou o quarto brasileiro da história a ganhar um título no WSOP. Ao realizar a façanha, ele superou mais de 13 mil adversários e embolsou US$ 1 milhão.

Apesar de ter conquistado o feito incrível, Roberly não se intitulou como profissional da modalidade. “Jogo poker por diversão. Me considero um jogador recreativo e essa vitória significa demais para a minha trajetória”, declarou o goiano após a vitória.

Planejamento é chave



O ditado “Uma meta sem um plano é só um desejo” é inteiramente aplicada no ramo do poker. Planejamento para cumprir etapas, avançar em nível gradativo e não dar um passo maior que a perna são tópicos essenciais na vida de um jogador que almeja viver do poker.

Caio Pessagno é um dos maiores jogadores da história do poker nacional. Ele já chegou ao topo da modalidade global e tem algumas dicas valiosas sobre quem deseja chegar ao nível profissional.

“Não queime etapa, não acelere processos. Não tenha pressa de ficar um mês na mesma média. Uma das piores coisas que pode acontecer com um jogador que busca a profissão é acabar se dando bem em um torneio em que ele ainda não está bem para disputar. Isso pode apagar as falhas dele e prejudicar lá na frente”, afirmou Pessagno.

Dedicação e comprometimento com o jogo

Resiliência é uma palavra muito usada no mundo profissional do poker. João Simão é um grande exemplo disso. Antes de se tornar um dos melhores jogadores do mundo, o mineiro de Belo Horizonte passou cerca de 10 anos tentando crescer na modalidade.

“As derrotas, a dor e a superação me forjaram como o jogador que sou hoje”, disse Simão, que já ganhou mais de US$ 10 milhões em prêmios na carreira.

Portanto, alcançar o nível profissional é muito difícil e apenas uma pequena parcela de quem tenta consegue ter êxito. Para tal, é preciso ter muita resiliência em conseguir atingir os objetos traçados.

Não se alienar em relação a assuntos diversos do poker

O poker é uma modalidade em evolução. O jogo mudou bastante nos últimos 10 anos e assim evoluiu para algo bem mais analítico e matemático do que em outros tempos.

É preciso se espelhar em lendas do poker que conseguem manter o bom nível mesmo após muito tempo de carreira. Um dos mais bem-sucedidos de todos os tempos é o veterano Mike Sexton. Com cerca de 40 anos de experiência no poker, o americano tem uma história pra lá de vencedora na modalidade.

Outro exemplo a acompanhar é Phil Hellmuth. O americano conquistou o seu primeiro título do WSOP ainda na década de 1980 e já tem o total de 15 braceletes — maior marca de todos os tempos.

Não se esqueça de cuidar da saúde

Tudo na vida é questão de equilíbrio e se afundar nos estudos pode resultar em hábitos ruins para o jogador, caso o mesmo leve uma vida sedentária e com má alimentação.

“Eu já vi muitos jogadores que vão lá, bebem, querem ir para a balada e chegam visivelmente cansados ao torneio no dia seguinte. Não acorde meia hora antes de começar o torneio, acorde quatro horas antes, vá correr, ou seja lá qual o exercício que lhe agrada, mas chegue bem fisicamente”, declarou o jogador Nacho Barbeiro.

Não é por acaso que alguns dos melhores jogadores do mundo dão muita atenção para o poker. Daniel Negreanu, um dos fenômenos da modalidade, é vegetariano e tem uma rotina extremamente saudável em que consegue aliar os benefícios dessa alimentação com os exercícios físicos.

Ter o mindset ideal começa por saber perder

No poker, você fica de fora em aproximadamente 70% das mãos e menos de 10% dos participantes levam lucro para casa dos torneios ao vivo ou online. Dessa maneira, mesmo os melhores jogadores do mundo perdem com frequência.

Se trata de uma modalidade em que é preciso saber perder. Se frustrar demais com a derrota pode ter um efeito extremamente negativo para o futuro. Um bom profissional tem que trabalhar muito bem o seu mindset para não deixar se influenciar demais com os períodos negativos no poker, pois eles são inevitáveis e fazem parte da rotina de qualquer um.

Faça o primeiro comentário a "Tutorial sobre como jogar poker de maneira profissional"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*


 

Tutorial sobre como jogar poker de maneira profissional - TutorZone